Tempo
Destaques
Ofertas
Vende-se sobrado na Rua Caçapava em Crissiumal Troca-se casa em Panambi por chácara em Crissiumal Vende-se Chácara em Boa Esperança Crissiumal Casas a venda na Rua Caçapava em Crissiumal Vende-se casa com terreno na Avenida Palmeiras em Crissiumal Arnildo Haas aluga salas comerciais no centro de Crissiumal Vende-se casa de alvenaria no Balneário das Três Ilhas em Crissiumal Vende-se terreno com duas casas em Crissiumal
R$ 198000,0
Vende-se moto Sundown Max 125 sed vermelha ano 2004 modelo 2005 Vende-se casa mista na Rua Inhacorá Vende-se apartamentos na Rua Guarita em Crissiumal Vende-se casa nova2 de alvenaria na Rua Turvo em Crissiumal Vende-se Mercedes Benz 608 Vende-se casa nova de alvenaria na Rua Turvo em Crissiumal Vende-se filhotes de cães da raça Fila em Crissiumal
Categorias
GeralPolíciaAgriculturaEsportesVariedadesTrânsitoClimaPolíticaLeiteEducaçãoSaúdeExpocrisAgeleiteCLJ / MDJACI AGCComercialObituárioCOMADA pedidoCulturaVera AcademiaTexto de OpiniãoUtilidade PúblicaDestaque da semanaHumorCuriosidadesEditais Todas as Categorias
Destaque

Governo do RS fecha comércio em todo Estado até 15 de abril

Eduardo Leite salientou aumento nos casos e necessidade de controlar Covid-19 até estrutura de saúde ficar pronta

O governador do Estado, Eduardo Leite, anunciou para esta quinta-feira decreto que restringe ainda mais as atividades no Rio Grande do Sul. Em vídeo ao vivo, ele relatou que a nova publicação do Diário Oficial determinará, à exceção de serviços essenciais, o fechamento de todo o comércio, sem que municípios possam tomar decisões sobre a questão.

"Alguns municípios ensaiaram relaxamentos de restrições. Não vou discutir se as restrições começaram mais cedo que o necessário. O que importa é que justamente agora, pela análise e ciência, revela-se mais importante a restrição", enfatizou o governador.

Conforme Leite, a análise de dados indica um aumento dos casos de Covid-19 em todo o RS. Além disso, o governador salientou que a estrutura de saúde só estará devidamente reforçada a partir de 15 de abril. Por conta disso, as restrições perdurarão ao menos até lá. "É agora a hora de sermos mais rigorosos, não de afrouxar restrições. Por isso, anuncio que determinei a proibição do comércio em todo o território estadual, em todos os municípios do Rio Grande do Sul", frisou. "Isso ocorrerá até o dia 15 de abril, pois até lá teremos melhores informações e mais dados, a dinâmica das internações de todos os hospitais do Estado", ponderou.

"Ainda teremos algumas semanas para ter a estrutura completa de fortalecimento da rede de atenção hospitalar, com novos leitos", acrescentou o governador. "Podemos chegar a um incremento de 50% de UTIs disponibilizadas no SUS, uma ação coordenada de Estado, Ministério da Saúde e municípios", relatou.

Leite garantiu que serviços e atividades essenciais, assim como indústria e construção civil, continuarão funcionando. "O funcionamento de toda uma cadeia produtiva para garantir alimento, saneamento, energia e cuidados médicos seguirá. Assim como a logística para caminhoneiros trafegarem sendo atendidos, em postos de gasolina e redes de conveniência nas estradas. Vamos garantir que o Estado siga funcionando em condições mínimas."

Fonte: Correio do Povo

Postado por: Clécio Marcos Bender Ruver
Publicado em:

Destaque

Cancelamento de pedidos provoca demissões e crise na área calçadista

Malu Calçados demitiu funcionários nessa semana

Em meio à pandemia de coronavírus, crescem as preocupações com os reflexos econômicos e possíveis demissões como reflexos de medidas restritivas à propagação da doença, que atingem em cheio atividades como comércio, indústrias e serviços. 

Infelizmente essa preocupação também chegou à cidade de Crissiumal.

Nessa terça-feira pela manhã, a reportagem do site Guia Crissiumal recebeu o contato do empresário Ademar de Quadros, do Atelier Noroeste, que trabalha na área calçadista.

Quadros destacou que sua empresa havia marcado o retorno as atividades para essa terça-feira (31), porém, o cancelamento de um pedido de 170 mil pares de sapatos acabou fazendo com que adiasse a volta dos trabalhadores para o dia 06, próxima segunda. Parte dos funcionários está compensando horas do banco de horas e outra parte entrou em férias.

O Guia Crissiumal seguirá em contato com o empresário, que informará qualquer alteração na programação da empresa.

Outra informação que chegou ao Guia Crissiumal neste início de semana é a demissão empregados da Malu Calçados, que também enfrenta o problema de cancelamento de pedidos. Informações extraoficiais indicam que foram demitidos alguns dos trabalhadores recentemente contratados. 

No Vale dos Sinos as demissões são ainda mais consideráveis. Duzentas demissões de uma empresa ligada a Calçados Beira Rio que teve a sua fábrica em Mato Leitão destruída por um incêndio foram registradas nessa semana. Outras 700 pessoas foram desligadas após esse incêndio diretamente pela empresa Beira Rio. Ainda, na última semana Usaflex anunciou oficialmente o corte de 15% da mão de obra da empresa, o que significa a demissão de 500 colaboradores. Em SC, mais de 1,2 mil funcionários das indústrias calçadistas de São João Batista, na Grande Florianópolis, foram demitidos pelo fechamentos das fábricas. 

Postado por: Leila Ruver
Publicado em:

Destaque

Secretaria de Obras de Crissiumal volta a recuperar a ERS 305

Na manhã dessa terça, seis patrolas trabalhavam no trajeto entre Crissiumal e Horizontina

A Secretaria Municipal de Obras de Crissiumal voltou a recuperar a ERS 305, entre Três Passos, Horizontina e Crissiumal, a exemplo do que já aconteceu em 2019.

A estrada, que é de competência de manutenção do Estado, há muito tempo não é recuperada por quem deveria fazê-lo.

Na semana passada a equipe coordenada pelo secretário Claudiomiro Thies e seu adjunto Carmo Ulsenheimer realizou os trabalhos de patrolamento e limpeza no trajeto entre a cidade de Crissiumal e a ponte do Rio Lajeado Grande, na divisa com o município de Três Passos.

Nesta semana o trabalho tem sido executado em direção a Horizontina. O Guia Crissiumal acompanhou o trabalho na manhã dessa terça-feira, onde seis patrolas trabalhavam conjuntamente, levando “parelho” o trabalho. Segundo o Secretário Claudiomiro This, entre as localidades de Zona Grun e Esquina Uruguai o chão estava bem úmido, especial para fazer o patrolamento, uma vez que as chuvas esparsas das últimas horas atingiram com mais força este local.

A expectativa é de que o trabalho seja concluído nos próximos dias.

Postado por: Clécio Marcos Bender Ruver
Publicado em:

Enquete
Você concorda com o fechamento de estabelecimentos em virtude do coronavírus?
Opção
Votos
Sim
268
Não
189

  

Destaques
Vídeos

I Corrida Pela Saúde




I Encontro de Mulheres Empreendedoras




Sábado - 21/11/2020 26ª Prost Fest

Baile de Sol a Sol. Muitas Atrações e novidades.