Tempo
Destaques
Ofertas
Vende-se cadeira marca Ferrante para barbeiro Vende-se casa com terreno na Avenida Palmeiras em Crissiumal Vende-se casa nova de alvenaria na Rua Turvo em Crissiumal Vende-se terreno com duas casas em Crissiumal
R$ 198000,0
Aluga-se casa de alvenaria, com um galpão em Linha Porto Alegre interior de Crissiumal Vende-se Moto Twister ano 2005
R$ 5000,00
Vende-se sobrado na Rua Caçapava em Crissiumal Vende-se prédio de alvenaria no Centro de Nova Candelária Vende-se Astra Sedan ano 2002
R$ 14000,00
Vende-se Mercedes Benz 608 Vende-se casa mista na Rua Inhacorá Vende-se moto Sundown Max 125 sed vermelha ano 2004 modelo 2005 Vende-se casa de alvenaria no Balneário das Três Ilhas em Crissiumal Casas a venda na Rua Caçapava em Crissiumal Troca-se casa em Panambi por chácara em Crissiumal
Categorias
GeralPolíciaAgriculturaEsportesVariedadesTrânsitoClimaPolíticaLeiteEducaçãoSaúdeExpocrisAgeleiteCLJ / MDJACI AGCComercialObituárioCOMADA pedidoCulturaAchados e PerdidosVera AcademiaTexto de OpiniãoUtilidade PúblicaDestaque da semanaHumorCuriosidadesEditais Todas as Categorias
Destaque

Em live, Nedel e Luiz falam da situação da escolas estaduais de Crissiumal e da polêmica da insalubridade dos servidores municipais

Assista a reprise aqui

Prefeito e vice de Crissiumal, Marco Aurélio Nedel e Otávio Luiz Wermeier, se manifestaram sobre importantes assuntos na noite dessa sexta-feira (22) em uma live realizada no Gabinete do Prefeito, no Centro Administrativo Municipal.

A live, com pouco mais de 40 minutos, abordou quatro assuntos principais: A covid-19, as escolas estaduais, a insalubridade dos servidores municipais e a feira municipal que será realizada em setembro.

Em relação a covid-19 o prefeito Nedel destacou que o número de novos casos caiu nos últimos dias, embora janeiro deverá ter o recorde de casos em Crissiumal desde o início da pandemia.

O assunto escolas estaduais tomou bastante tempo da dupla. Nedel destacou que esteve em conversações com a 21ªCRE nas duas últimas semanas. Que quando da visita do Secretário Estadual de Educação a Crissiumal, o Estado ofereceu ao município as Escolas Egon Trentini de Esquina Uruguai e Rocha Pombo da cidade, uma vez que não teria mais interesse na manutenção das mesmas. O município teria que apenas mantê-las nos próximos dois anos, com professores sendo custeados pelo Estado e que depois prédios e mobiliário passariam ao Município. Porém, nesta semana, em nova reunião na sede da 21ªCRE em Três Passos, o Estado ofereceu ao Município todas as escolas estaduais de Crissiumal, exceto a Escola Ponche Verde, ficando o Município então responsável por todo o ensino fundamental. O prefeito lembrou que o Município apenas foi comunicado disso. Porém, após reunião da Administração Municipal, o prefeito destacou que o Município não aceitou. “Não vamos aceitar. Se o Estado quiser fechar essas escolas, que assuma o fechamento, não jogue em nossos ombros. Se recebermos um documento oficial com o fechamento do Rocha Pombo, aí sim faremos algo, antes, nem de nova reunião participaremos”, destacou o prefeito. O vice-prefeito Luiz relatou que sabe como as comunidades sofrem com o fechamento das escolas.

Em relação a insalubridade dos servidores, o prefeito esclareceu que todos os anos é renovado o laudo de insalubridade dos funcionários da Prefeitura, e que em 2020 a empresa entregou o laudo no mês de julho, apontando que de 215, apenas cerca de 90 servidores deveriam seguir recebendo insalubridade, o que não foi observado, uma vez que até agora continuaram recebendo. A justificativa da administração anterior, segundo ele, foi de que não haviam os EPEIs. “Nós, preferimos adquirir os EPIs, para a segurança da saúde dos servidores e acatamos o laudo, uma vez que não podemos devolver esse dinheiro por apontamento do TCE. Se você eliminar agente nocivo com EPEI, não é certo pagar insalubridade, isso é uma Lei Federal, vamos preservar a saúde dos servidores e estamos até estudando contratar uma empresa de assessoria permanente nessa área”, relatou o prefeito. Ele e o vice também lembraram do impacto financeiro para alguns servidores, onde o vice destacou que possíveis injustiças de corte de insalubridade serão revistas. Nedel finalizou o assunto relatando: “Uma bomba relógio de efeito retardado que caiu em nossas mãos”.

Finalizando a live, falando da feira, o prefeito destacou mais uma vez que ela terá ingressos gratuitos, anunciando também Gilmar Bach, como o responsável pela feira do setor moveleiro, que será uma das atrações. Ele falou ainda que cerca de 50 empresas já manifestaram interesse nos estandes e que os principais show voltarão a ser realizados no Estádio Rubro-Negro.

As lives de agora em diante serão realizadas de 15 em 15 dias. A dessa sexta-feira pode ser assistida no topo.

Foto: Reprodução

Postado por: Leila Ruver
Publicado em:

Destaque

Mapa preliminar da 38ª rodada indica 17 regiões em vermelho e quatro em laranja

RS segue em risco alto para esgotamento da capacidade hospitalar

O mapa preliminar da 38ª semana do Distanciamento Controlado, divulgado nesta sexta-feira (22/1), reflete a alteração de indicadores monitorados pelo sistema estadual de enfrentamento à pandemia, com leve queda de internações e óbitos por Covid-19.

Com isso, a classificação prévia traz quatro regiões com bandeira laranja – no mapa preliminar da semana passada, havia apenas uma e, no mapa definitivo, ficaram duas laranjas após o deferimento de um dos recursos.

Ainda assim, a grande maioria das regiões segue em bandeira vermelha, ou seja, com risco alto para esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de propagação do vírus no Estado. As 17 regiões em vermelho somam 78,4% da população gaúcha, enquanto no mapa anterior eram 86% dos habitantes nas 19 regiões.

Para o total do Rio Grande do Sul, houve redução no número de pessoas confirmadas com Covid em leitos clínicos (-9%) e estabilidade nos internados em UTI. Foi registrada, ainda, estabilidade no número de casos ativos e, no acumulado desta semana, considerável redução dos óbitos (-19%).

Nesta 38ª rodada do Distanciamento Controlado também ocorreu redução no número total de leitos de UTI ocupados. Na semana 36, havia 2.630 leitos de UTI; na 37, 2.640, e na atual, 2.660. Contabilizando o aumento do total de leitos e a estabilidade dos confirmados com Covid-19 em UTI, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid-19 se elevou para 0,77; era 0,71 (semana 37) e 0,70 (semana 36).

Mesmo com o início do plano de vacinação, a secretária da Saúde, Arita Bergmann, reforça que a pandemia não acabou, e o mapa preliminar continua refletindo a gravidade da situação do Rio Grande do Sul.

“A vacina chegou, mas a quantidade ainda é pequena diante da população que deverá ser vacinada. Portanto, mais uma vez, salientamos a importância do cuidado individual, com o próximo, do uso dos equipamentos de proteção, especialmente a máscara, de lavar as mãos com frequência, usar álcool em gel e ter cuidados básicos. O mapa de hoje revela justamente que a maioria das regiões está em risco alto. Toda a população deve continuar em estado de alerta porque o vírus segue circulando”, afirma Arita.

Na segunda-feira (18/1), o governo do Estado recebeu do Ministério da Saúde um lote de 341,8 mil unidades da Coronavac, vacina fabricada pelo Instituto Butantan em parceria com o Sinovac. Inicialmente, foram distribuídas 170,8 mil doses, aproximadamente a metade do recebido. A outra parcela ficou armazenada para a aplicação da segunda dose da vacina, já que o governo federal não estipulou previsão de outra remessa de vacinas.

Neste momento, o público a ser vacinado são profissionais de saúde da linha de frente em hospitais, da área da atenção básica e rede de urgência e emergência, pessoas acima de 60 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) e populações indígenas aldeadas.

REGRA 0-0

De acordo com o mapa preliminar da 38ª rodada, 408 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha, somando 8,9 milhões de habitantes, o que corresponde a 78,4% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes).

Desses, 149 municípios (650,5 mil habitantes, 5,7% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

• Clique aqui e acesse a lista de municípios que se encaixam na Regra 0-0

Postado por: Clécio Marcos Bender Ruver
Publicado em:

Destaque

CITEGEM elegeu nova diretoria

Prefeito de Crissiumal é o novo secretário

O Consórcio Intermunicipal de Gestão Multifuncional (CITEGEM), com sede no município de Bom Progresso, na BR 468, reuniu todos os municípios associados para Assembleia Geral Ordinária, na manhã desta sexta-feira, dia 22 de janeiro.

Na ordem do dia, estiveram as eleições para o Conselho de Prefeitos, Conselho Fiscal e do Presidente do Conselho de Prefeitos, que também irá presidir o CITEGEM.

Por unanimidade, para direção do Consórcio foram eleitos: para presidente, o prefeito de Bom Progresso Armindo Heinle; vice-presidente, o prefeito de Tiradentes do Sul, Alceu Diel; secretário, o prefeito de Crissiumal, Marco Aurélio Nedel; e tesoureiro, o prefeito de Três Passos, Arlei Tomazoni.

A nova diretoria eleita, agradeceu a confiança de todos os prefeitos que de forma unânime elegeu a chapa. Compõem o consórcio, os municípios de Bom Progresso, Braga, Crissiumal, Campo Novo, Coronel Bicaco, Esperança do Sul, Humaitá, Sede Nova, São Martinho, São Valério do Sul, Tiradentes do Sul e Três Passos.

 

Elenara de Oliveira

Jornalista Reg. Nº 17796

Assessora de Comunicação da Prefeitura de Três Passos

Postado por: Clécio Marcos Bender Ruver
Publicado em:

Enquete
Se houver disponibilidade, você irá aceitar receber a vacina contra o coronavírus?
Opção
Votos
Sim
64
Não
66

  

Destaques
Vídeos

Bem Estar Natural em novo endereço




Posse Prefeito e Vereadores