Notícia

Leite - 23/05/2018 - Greve dos caminhoneiros afeta coleta de leite in natura em Crissiumal e região


Poucas empresas tem conseguido realizar a coleta

O movimento dos caminhoneiros que acontece em todo o país e também em Crissiumal,  afeta o recolhimento de leite dos produtores do Município.

O Guia Crissiumal entrou em contato com algumas empresas e obteve a informação de que na maioria das propriedades rurais de Crissiumal e região o leite não foi coletado nessa quarta-feira (23), ou sofreu atrasos na coleta.

Com as estradas bloqueadas, mesmo que em alguns locais produtos perecíveis trafeguem livremente, muitos caminhões vazios não tem chegado aos seus destinos, fazendo assim com que os laticínios estejam com seus depósitos cheios, impossibilitando a entrada da produção.

A maioria dos laticínios tem capacidade máxima de armazenamento da produção de 48 horas.

Segundo o site TirSul, em Lajeado Progresso, no interior de Tiradentes do Sul, o agricultor Rubi Theisen  já teve que descartar 1200 litros de leite nesta quarta-feira, por não ter lugar para armazenar. Amanhã devem ser jogados fora cerca de 1.000 litros, segundo ele, caso a situação não se normalize.

O Sindilat compreende a legitimidade da manifestação e se solidariza com o movimento dos caminhoneiros, mas, em caráter emergencial, solicita que o governo e as autoridades competentes negociem com os manifestantes a flexibilização para o livre trânsito de caminhões de leite carregados ou não, até porque estes estão devidamente identificados para essa finalidade conforme prevê a Lei do Leite.

Industrias de grande porte da reunião, como JBS de Três Passos e John Deere de Horizontina também estão com sua produção impactadas e virtude das manifestações.

 

FETAG-RS APOIA A GREVE DOS CAMINHONEIROS

A FETAG-RS definiu na tarde de hoje em conjunto com suas 23 Regionais Sindicais apoio a paralisação dos caminhoneiros.

A entidade encorporará os pontos de mobilização no estado a partir de amanhã com algumas prerrogativas, sendo que estas são determinantes para o apoio da entidade ao movimento de greve.

Entre essas prerrogativas, a FETAG-RS solicita que os caminhoneiros permitam a passagem de cargas vivas (leite, ração e animais vivos) e que estes declarem apoio à pauta do Movimento Sindical, levando como foco a redução de preço dos combustíveis, redução de impostos na energia elétrica, regulamentação da lei 13.606 (trata do desconto do PRONAF para agricultores familiares) e redução de juros do Plano Safra 2019.

O Movimento Sindical realizará na sexta-feira, dia 25, atos pelo estado organizados pelos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais para fortalecer a greve e mostrar ao governo o descontentamento com a situação atual, onde a sociedade paga o alto preço da corrupção que está disseminada em nosso país.

Postado: Clécio Marcos Bender Ruver
Vídeos

Jogos da Segunda Fase Campeonato Municipal de Crissiumal




III Torneio de Futsal Feminino Crissiumalense




Sábado - 24/11/2018 Bazar Beneficente Pediatria HCC

Brinquedos infláveis, algodão doce e sacolés gratuitos. Praça da Matriz.