Notícia

Comercial - 08/11/2018 - Egressos empreendedores relatam suas experiências para estudantes da FAHOR


Iniciou nesta segunda-feira, dia 5 de novembro, a Semana Global do Empreendedorismo, da qual a FAHOR faz parte

Iniciou nesta segunda-feira, dia 5 de novembro, a Semana Global do Empreendedorismo, da qual a FAHOR faz parte, com diversas atividades, até dia 8 de novembro.

Na abertura das atividades, a professora Cátia Bartz reuniu os estudantes da FAHOR na disciplina de Gestão Empreendedora, para ouvirem relatos de experiências empreendedoras de cinco egressos FAHOR, dos cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção.

Participaram da atividade os egressos: Engenheiro Mecânico Diego Mayer, da empresa incubada Orgreen; Engenheiro Mecânico Jean Radünz, da empresa incubada Seko Demolidora; Engenheiro Mecânico Rafael Perin, proprietário da Telefone Mania; Engenheira de Produção Michele Nöremberg, da Vitta Estética e a acadêmica de Gestão Financeira, Karine Roglin, da franquia Mais Natural.

De acordo com os relatos de cada um, o estudo do empreendedorismo, o conhecimento técnico em áreas promissoras como a engenharia, gestão e desenvolvimento e o apoio de grupos como Horizonte Ambiente Empreendedor, Faculdade Horizontina, Poder Público, entre outros, são os principais fatores que influenciam na formação de um empreendedor.

“Percebemos que a maioria dos egressos tinham exemplos de empreendedorismo na família, mas isso não era o suficiente para encorajá-los. O estudo aprofundado, a pesquisa e a busca por informações e apoio técnico são determinantes para a formação de empreendedores, tendo como exemplos os nossos egressos e estudantes”, comentou a professora Cátia.

O egresso Rafael Perin destacou que o despertar para o empreendedorismo nasceu na disciplina de Gestão Empreendedora, e que depois de cursar Engenharia Mecânica entendeu que poderia aliar esse conhecimento na busca de novos negócios.

Diego Mayer, depois do intercâmbio na Alemanha e dos conhecimentos em termodinâmica, percebeu que muitas melhorias poderiam ser feitas no Brasil também, especialmente na área de geração de energia. Com o apoio do Ambiente Empreendedor, FAHOR e Poder Público busca desenvolver o plano de negócios da empresa incubada, que desenvolve tecnologia para reduzir o desperdício do setor energético. “É importante buscar apoio, pois sem essa estrutura técnica, seria difícil empreender nessa área inovadora”, comentou Diego.

Jean Radünz comentou que sempre sonhou em empreender, pois tinham experiências empreendedoras na família, mas lhe faltava a coragem para tal. O egresso aproximou sua área de conhecimento com algo que possuía proximidade, as motos e vislumbrou um negócio que está expandindo. É uma área que uniu o desejo de empreender com o conhecimento técnico da Engenharia Mecânica, já que o controle das peças para revenda é feito por um Engenheiro Mecânico responsável.

Michele Nöremberg, após sua formatura alcançou um cargo em uma multinacional, porém, sua vontade de empreender a fez buscar outros negócios e encontrou na Vitta Estética, o caminho para aplicar seu conhecimento em Engenharia de Produção para gerir os custos, organizar processos da empresa já existente e assim transformar seu sonho em realidade.

Karine Roglin é uma empreendedora jovem e faz crescer a franquia regional Mais Natural e, com o Curso de Gestão Financeira da FAHOR, já consegue aplicar o conhecimento no seu dia a dia, pois é um curso bastante prático.

Postado: Leila Ruver
Vídeos

Feirão de Bons Negócios Sicredi Crissiumal




Jogos do Domingo Segunda Fase Municipal 2018




Sábado - 24/11/2018 Bazar Beneficente Pediatria HCC

Brinquedos infláveis, algodão doce e sacolés gratuitos. Praça da Matriz.