Notícia

A pedido - 07/03/2019 - Nota de esclarecimento do Instituto de Educação Maria Cristina


Leia na ìntegra

Nota de Esclarecimento

Ontem, pais e alunos do Instituto Estadual de Educação Maria Cristina- CIEP estiveram em Três Passos, na 21ª Coordenadoria Regional de Educação, para reivindicar a manutenção do Curso Normal (Magistério) em nossa escola. Ocorre que a turma do Primeiro Ano do Curso Normal não foi homologada e continua em análise no Sistema Informatizado da Secretaria de Educação (ISE), devido ao fato de que no período de inscrições pela internet, que foi de 29 de outubro a 25 de novembro de 2018, somente 10 alunos se inscreveram, sendo que o número mínimo de inscrições para a abertura da turma, previsto no edital, era de 20 candidatos.

Salientamos que, com o objetivo de divulgar os cursos e aumentar o número de candidatos, ao longo do período de inscrições, nossa escola realizou oficinas para os 9º anos de outras escolas, promoveu entrevistas e notas na rádio e facebook, visitação em escolas de outros municípios, além de ligar para pais de alunos virem fazer sua inscrição. Houve também distribuição de folders com a divulgação do período de inscrição e incentivo, por meio de propaganda, aos alunos já matriculados, para que frequentassem referido curso. Esse trabalho deu resultado, sendo que a procura pelo mesmo aumentou, totalizando 21 alunos, porém, isso se deu após o fechamento do período de inscrições pela internet (sistema).

Como a escola possui recursos humanos disponíveis, uma excelente infraestrutura, e, acima de tudo, o número de alunos suficientes, é que estamos solicitando que a turma permaneça aberta e que possamos dar continuidade ao trabalho que é realizado no Curso Normal, formando profissionais capacitados e atuantes em nosso município e região. Temos muito orgulho do trabalho que fizemos aqui e nosso maior objetivo é sempre a Educação de qualidade.

Entendemos que tudo o que estava ao alcance da escola para conseguirmos o número de inscrições no período correto foi feito, não tendo a escola em nenhum momento agido de forma negligente, displicente ou omissa. Assim, ainda acreditamos e estamos na expectativa de uma resposta positiva em relação a esta turma e que a situação seja resolvida o mais breve possível, já que o ano letivo se iniciou e continuamos nesse impasse.

Postado: Leila Ruver
Vídeos

Primavere-se Ju e Ju Modas




Q-Fria entrega picolés Dia das Crianças 2020