Notícia

Vera Academia - 04/05/2018 - Coluna Vera Academia do dia 04.05.2018


O que é sarcopenia?

Essa palavrinha se refere à perda de massa e força muscular, geralmente associada ao envelhecimento. Saiba o que ela apronta com os músculos e o que fazer para estancar esse processo que limita a autonomia e a qualidade de vida.

A gente consegue se movimentar e fazer diversas tarefas na rotina graças aos músculos esqueléticos. Eles parecem aquelas bonecas russas dentro das quais encontramos outras menores. Os músculos são formados por feixes musculares, que, por sua vez, são feitos de fibras e estas, constituídas de microfibrilas. A matéria-prima dessas pequenas estruturas são as proteínas, que chegam ali pela corrente sanguínea. As fibras musculares sofrem um processo natural de degeneração no dia a dia, só que são reparadas pelas proteínas recém-chegadas. Com a idade, porém, a destruição das fibras passa a ser maior que a formação, o que gera perda de massa e força muscular. Esse processo começa a acontecer efetivamente a partir dos 40 anos e se acentua mais tarde. Fatores como sedentarismo e má alimentação aceleram o enfraquecimento dos músculos. O avanço da idade também costuma vir acompanhado de falhas no sistema nervoso, mais especificamente na região onde os neurônios motores se ligam à musculatura. Com isso, o comando enviado pelo cérebro para que um músculo contraia ou relaxe chega mais fraquinho, o que tem impacto na força muscular. À medida que as fibras musculares ficam mais reduzidas, cresce a porção de gordura que se acumula entre elas. A questão é que, no espelho, nem sempre as pessoas percebem que estão trocando massa magra por gorda.

Existem atitudes que podem prevenir esse processo e segurar a sarcopenia: praticar exercícios, como musculação, pilates e ioga; manter uma dieta balanceada, com um bom espaço para as proteínas; não fumar e maneirar na bebida alcoólica; dormir direito, pois é no sono que produzimos hormônios cruciais à musculatura; tomar sol e apurar se não há déficit de vitamina D e recorrer a suplementos de proteínas, caso o profissional que lhe acompanha julgue necessário. 

Embora não ofereça um diagnóstico definitivo, a medida da circunferência da panturrilha pode funcionar como um sinal de alerta para a sarcopenia. Nos homens, ela não deve ser menor que 34 centímetros. Nas mulheres, o limite é 33 centímetros.

Postado: Leila Ruver
Vídeos

Primeiro sorteio Show de Prêmios ACI 2018




Entrega recursos da ADRA para famílias atingidas pelo temporal




Quinta-Feira - 01/11/2018 Abertura temporada de verão 2018-2019 do CAD

Sábado - 17/11/2018 Baile da cuca e linguiça Escolinha Rubro-Negra

Local: CESIC Animação: Felicio e Banda. Fichas a venda R$ 40,00 o casal