Notícia

Saúde - 04/01/2017 - Seis em cada dez hospitais filantrópicos do RS não sabem como farão para pagar salários de dezembro


Setor sustenta R$ 180 milhões em pendências de 2016, em repasses do governo gaúcho

Pelo menos 60% das 245 Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Rio Grande do Sul não sabem como farão para pagar em dia, até sexta-feira, os salários de dezembro dos trabalhadores. O setor sustenta a falta de R$ 180 milhões em repasses de cinco meses de programas específicos em 2016, pelo governo estadual.

 

Pesquisa realizada durante a semana pela Federação das Santas Casas do Rio Grande do Sul junto a hospitais associados mostra, ainda, que 39% dos hospitais informaram estar com pagamento de férias atrasado, que 27% ainda não cumpriram com o pagamento do 13º e que 42% estão com salários atrasados de outros meses.

 

“Na região do Vale do Taquari, vários hospitais possuem valores a receber, especificamente dos programas de Saúde Mental, Porta de Entrada, Leitos de UTI e Ambulatório de Cirurgias Eletivas. Se não houver algum repasse do Governo do Estado nesta semana, além do não pagamento da folha dos funcionários em alguns hospitais, serviços poderão ser suspensos na região, assim como em todo o Estado. No Hospital Ouro Branco (HBO, em Teutônia), o valor vencido referente a esse período de 2016 é de R$ 1.195.120,00, além da competência de dezembro que deve ser paga ainda em janeiro, totalizando então R$ 1.493.900,00”, salienta, em nota, o diretor executivo do HBO e presidente da Federação, André Lagemann.

 

A entidade representa os hospitais que atendem mais de 70% do SUS no Rio Grande do Sul, empregando 60 mil trabalhadores. Procurada, a Secretaria Estadual da Saúde, ainda não se manifestou.

 

 

 

Fonte:Rádio Guaíba

Postado: Clécio Marcos Bender Ruver
Vídeos

Apresentação do Teatro Biriba para alunos de Crissiumal




Dia D Combate ao Aedes 2017