Notícia

Ageleite - 03/08/2011 - Momento Leite 011


Confira os destaques desta edição

 

Destaques da edição nº.11 - Momento Leite:
- Importações do Mercosul prejudicam setor lácteo
- Produção brasileira e custos de produção
- Produção mundial de leite deve voltar a crescer
- Preço do leite pago a produtores fica estável em julho


Importações do Mercosul prejudicam setor lácteo - O aumento significativo das importações de leite em pó e os impactos negativos que essas negociações podem causar no mercado interno têm deixado os representantes da cadeia láctea do país em alerta. As importações de leite, principalmente provenientes do Uruguai e Argentina, provocam grande receio no setor por estes países produzirem com menores custos. O momento é delicado para a produção brasileira uma vez que os custos com a atividade acumulam alta de 18% nos últimos 12 meses, enquanto os preços pagos pelo leite evoluíram apenas 6%.  As conseqüências podem ser graves, caso medidas não sejam tomadas para conter as importações. Todos os segmentos perdem com o aumento da oferta desde o produtor, que passa a receber menos pelo leite in natura, como a indústria, que perde a competitividade. Fonte: Milkpoint

Produção brasileira e custos de produção - O Brasil produz hoje mais de 30 bilhões de litros de leite por ano. O desafio está no controle dos custos. Um mercado de altos e baixos aonde a renda vem com uma boa gestão que vai além da genética. Os produtores mineiros respondem por 30% do leite que chega à mesa do consumidor brasileiro. Hoje o mercado exige um trabalho de gerenciamento na propriedade para acompanhar, literalmente, todos os passos da vaca. Nos últimos 12 meses o custo na pecuária de leite em Minas Gerais aumentou em mais de 19%. O índice calculado pela Embrapa Gado de Leite leva em consideração todos os insumos incluindo combustível, mão de obra e energia elétrica. As propriedades com os melhores resultados são aquelas que tem um bom controle nos gastos. Fonte: Terra Viva

Produção mundial de leite deve voltar a crescer - A produção mundial de leite deve voltar a crescer no ano de 2011 com a boa expectativa na Oceania, depois de enfrentar problemas climáticos nos últimos anos. As importações mundiais também devem aumentar alavancadas pela China, assim como as brasileiras, principalmente da Argentina e Uruguai. No Brasil a produção cresce em média 4,3% ao ano e ainda dispomos de um grande potencial de aumento, principalmente por ganhos de produtividade do nosso rebanho. Apesar de crescimento da produção acima do crescimento populacional do país, os preços recebidos pelos produtores estão em patamares historicamente altos, e no acumulado dos últimos 10 anos acumularam variações positivas acima dos preços dos derivados de leite no varejo. Fonte: Terra Viva

Preço do leite pago a produtores fica estável em julho - Em média, os preços de janeiro a julho deste ano ficaram 6% acima da média do mesmo período de 2010. No Sul, houve queda nos preços. No Rio Grande do Sul, a redução foi de 3,9% em relação a junho. Em Santa Catarina a queda foi de 3,1%. No Paraná, o preço se manteve praticamente estável com uma pequena queda de 0,9%. Fonte: Milkpoint


Você sabia que...Que os 100 maiores produtores de leite do Brasil produzem mais de 1 milhão de litros por dia?


Para acompanhar os destaques do Momento Leite acesse: www.guiacrissiumal.com.br ou ouça nosso programa na Rádio Metrópole.

Postado: José Valdenir Mallmann
Vídeos

Projeto O Álbum de Vida Escola Benno Bender




Campeonato Crissiumal Semifinal II 2019




Domingo - 08/12/2019 Festa de inauguração da rede de água de Cabeceira do São Vicente

Início: 09h00min. Jogos de futebol pela manhã. Almoço ao meio-dia. Reunião dançante à tarde.

Segunda-Feira - 16/12/2019 Natal Solidário de Crissiumal

Atrações: GEMP e Banda Marcial de Crissiumal Local: Palco de Eventos